Orgulho

Nós crescemos juntas. Aprendemos a andar de bicicleta, patins e a subir do pé de amora. Brincamos de casinha, escritório e de Barbie. Eu a defendia na porta do colégio, ela ia tirar satisfação quando minhas amigas brigavam comigo. Eu comprava o lanche dela na escola e também ajudava nas lições de casa. A gente apostava corrida, fazia guerrinha de água na cozinha e deixava o bolo queimar.
Ela brigava com todas as empregadas de casa, ela me provocava, ela não parava de falar. Tinha medo de dormir sozinha e sempre via uma mulher fantasma sentada na beira da cama dela, ela chorou quando descobriu que seu urso de pelúcia não ia para o céu e fez minha mãe correr a 25 de março inteira atrás de um suporte de bolo porque ela queria um bolo de casamento em sua festa de aniversário de dez anos.
A gente brigava, se batia, se xingava mas não se largava. Ela é chata, falante e muito inconveniente, mas é a melhor irmã do mundo.  Nós crescemos e ontem tive o maior orgulho do mundo em ver ela defendendo seu trabalho para a banca e tirando dez.
Eu sabia que ela era capaz, eu sempre soube que ela saberia se virar sozinha. Eu estou muito orgulhosa da pessoa que ela se tornou e tenho certeza que um dia ela vai mudar o mundo.

Anúncios

Um comentário sobre “Orgulho

  1. polly, vi só agora seu comentário no meu blog!
    obrigada, tbm gosto bastante do jeito que vc escreve… 🙂

    demorei pra chegar aqui pq vc mudou de endereço, né?
    mas já achei, vou salvá-lo aqui cmg pq assim, eu passo por aqui sempre!

    bjo :*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s