A vida no interior

Há um tempo pensava que a vida começava e terminava em Atibaia e que estar presa aqui era a pior coisa que poderia acontecer comigo. Ok, muita gente fala que morar no interior é maravilhoso, que aqui temos qualidade de vida e que viver numa cidade pequena, com certeza, é a melhor coisa do mundo.
Bom, pode até ser que seja, mas pense comigo.  Quem é que gostaria de morar em um lugar que todo mundo sabe qual livro você está lendo; onde sua vizinha sabe que suas irmãs estão de casamento marcado e você não; onde todos sabem suas notas na faculdade?
Acredite morar no interior é sufocante.
O problema fica maior ainda quando Atibaia se transforma em uma cidade pequena mesmo depois que você termina com alguém. Principalmente quando a razão da separação é o fato de ter sido traída e daí você não consegue ir a nenhum restaurante ou bar sem ficar olhando para os lados, tentado disfarçar, para ver se ele não está lá com a outra pessoa.
Enfim, estou cansada da qualidade de vida do interior. Quero uma vida agitada, quero diversão, quero loucura!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s