Nada é igual

O fato é que se hoje estou emendando um relacionamento atrás do outro a culpa é toda sua. Sim, sua. Sei que não deveriam existir comparações entre você e os outros, mas não é igual. A realidade é que nada me interessa.
O papo não é igual, o som do sorriso não é o mesmo. Eles não trazem a segurança que eu preciso, a voz de cada um deles não me é sincera como a sua, o toque deles é frio, vazio e mecânico. É você que me completa, quando fecho meus olhos e tento me imaginar daqui a alguns anos é do seu lado que me imagino. É com você que quero partilhar meus planos, minhas tristezas e frustrações. São filhos seus que eu quero, de mais ninguém. São seus braços que quero na minha cintura enquanto durmo, são seus beijos que quero quando acordo, é o som do teu ronco que quero que me atrapalhe durante a noite. Não, eu não posso seguir em frente. Não sem você. Se em algum momento eu prometi que ia ficar bem, eu menti. Porque é impossível ficar bem se encarar o fato que depois de você os outros serão sempre outros.

Anúncios

Um comentário sobre “Nada é igual

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s