O (re) encontro

A realidade é nua e crua. Você estava lá com o mesmo sorriso, a mesma voz grossa e o mesmo perfume. Eu fui forte, fiquei distante e menti para mim mesma que estava tudo bem, tudo legal, tudo ok.
Quando vi você vindo pelo corredor e sorrindo para mim pensei: Meu Deus, meu coração vai explodir. Foi uma mistura de dor com felicidade e encanto, minhas pernas tremeram, meu estomago girou e eu repetia mentalmente pra mim mesma que você não representava nada para mim. Bobagem, quando você virou as costas eu despenquei, as lágrimas ficaram incontroláveis e o sentimento de perda me arrasou.
Não adianta eu dizer que não, mas você é e de alguma forma sempre será especial para mim. Sei que talvez tu nunca vai entender porque, vai dizer que não merece e seus milhares argumentos, mas não sei explicar, sei que sinto e pronto.
Talvez um dia isso passe talvez daqui uns anos eu perceba que compliquei demais, mas agora tudo o que sei é que hoje mesmo fingindo e muito que estava bem eu me mantive firme em manter a distância e nem te ver de longe e me orgulho muito de ter conseguido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s