Papos de elevador

Eles entram e ela olha para as botas molhadas e ele para o celular,de repente ele diz:
– Acho que vou raspar meu cabelo.
– Como assim? Por quê?
– Ah, pq não curto que mexam nele e por isso ele tá desse jeito todo torto,feio.
– É você mesmo que corta?
– Sim, sou eu. Odeio que mexam nele.
– Hmmm, eu não cortaria. Deixaria ele assim, combina com seu estilo.
– Acha mesmo?
– Acho não, eu tenho certeza. Eu curto seu cabelo do jeito que tá, te faz ainda mais lindo.
E os olhares se cruzam e param um no outro. E por uma fração de segundos tudo congela e os dois compartilham um momento estranho, ousado e novo. Um sentimento intenso e curioso afeta os dois e quando tudo passa eles de despedem com a promessa secreta e guardada de se encontrarem novamente um dia, uma hora, em qualquer lugar, até mesmo num elevador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s