Coração livre

Depois de tempos enclausurando seus sentimentos nos cantos mais profundos e escuros do seu coração, tinha chegado finalmente a hora de libertar o que aprisionava dentro do peito, ela não tinha certeza se o final seria feliz, mas o medo que a paralisava cada vez que o sentimento tentava escapar tinha ido embora e agora ela queria que aquele membro do seu corpo responsável pelas batidas descompassadas fosse livre para mandar sinais, mensagens e viver de novo.
Ela queria e muito. Não era passageiro, não era casual, não era passatempo. Era de verdade, era pra valer e tinha que acontecer. Tinha que disparar de novo, tinha que mandar as borboletas do estomago voarem, tinha que comandar seus pensamentos, tinha que arrepiar o braço e mesmo que fosse quebrado em mil pedacinhos novamente, mesmo que ela tivesse que emendá-lo com fitas adesivas, ela não se importava, porque ela queria e muito se apaixonar de novo.

Anúncios

Um comentário sobre “Coração livre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s