Maternidade

Esse final de semana acompanhei o nascimento da filhinha de uma prima que amo muito. Foi especial e mágico toda a expectativa na espera de conhecer o rostinho dela, de ouvir as histórias do parto e nem me importei de ouvir o pai eufórico, feliz e extasiado contando várias vezes a mesma coisa . Sabia que ficaria emocionada com tudo isso, mas não imaginava o quanto tudo isso me despertaria uma vontade enorme e incrível de ser mãe.
Sempre tive dúvidas a respeito de ter um filho. Sempre amei criança e confesso que muitas vezes já tive vontade de roubar o filho dos outros, mas sempre pensei muito a respeito de estar ou não preparada para colocar um filho nesse mundo doido.
Hoje enquanto observava minha prima amamentando a Rafinha pela primeira vez e via nos olhos dela e do marido a felicidade daquele momento meu coração que já é mole amoleceu de uma vez e naquele instante tive certeza que não tem mais nada desse mundo que eu queira mais do que vivenciar a experiência maravilhosa de ser mãe.
Não importa o mundo doido, não importa os medos e desafios que a maternidade impõe, não importa quando tempo esperou. Tudo isso vai embora no momento que você pegar nos braços aquela ser pequeno, indefeso e teu, todo seu.

Anúncios

Um comentário sobre “Maternidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s