15 dias

Por acaso encontrou alguém, um encontro despretencioso e digno de história de cinema.Ela comemorava um feito e encontrou no chão um objeto valioso, descobriu o dono e se encantou por ele.
Ela queria e conseguiu. Companhia, risadas, cinema,jantar e o tão esperado pedido de namoro. Ela disse sim. E durante quinze dias fez tudo o que ficava imaginando fazer o dia que respondesse a pergunta que procurava ouvir.
Caminhou pela Av.Paulista. Foi ao cinema. Dividiu o café e o brownie no sofá da cafeteria. Conversou muito.Abraçou, beijou, deu as mãos e ganhou afagos. Parecia perfeito, mas no mais fundo do coração dela algo mandava uma mensagem que ela tentava ignorar. Queria muito fazer aquilo dar certo.
Foram 15 dias de convivência, tempo suficiente para ela descobrir o que já sabia desde o começo. Ele não tinha o nome da pessoa que ela gravou dentro do coração. Ele não era por quem ela suspirava. Não que ele não fosse legal. Era e muito. Mas faltava o que ela mais procurava a falta de ar. E isso somente uma pessoa conseguia.
E como já sabia que aconteceria. Acabou. E uma sensação de alivio tomou conta dela. Precisou vivenciar 15 dias com alguém para ter certeza que tudo o que ela mais queria na realidade era tudo o que ela não queria. Não com alguém que não fosse aquele que ela trazia no coração e que manteria lá por mais algum tempo.

Anúncios

Um comentário sobre “15 dias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s