A menina que perseguiu o coelho, bebeu o vinho e tomou a pílula

Seu nome era Alice. Também conhecida como “a garota do país da fantasia” pelas colegas da escola.

Desde criança gostava de imaginar que sua vida era um grande e ilustrado livro, onde personagens enigmáticos, príncipes encantados e bruxas malévolas tinham seus destinos cruzados em histórias desenhadas por ela.

Não era qualquer personagem que habitava sua história. Estava sempre envolvendo as mais confusas pessoas em enredos cada vez mais imaginários (ou não)! Nos capítulos do seu livro não existiam finais felizes.

O príncipe encantado era o cafajeste que azarava todas nas tabernas da floresta e as bruxas malévolas eram as melhores amigas que davam em cima do príncipe.  Os amores narrados em sua história não saiam do lugar e só faziam rastejar os corações.

A ironia de sua história era ela ser a protagonista de todo seu livro. Era seu cabelo loiro, suas bochechas rosadas e seus olhos castanhos esverdeados que cobriam as páginas brancas do que ela insistia em dizer que era a vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s