Boa noite, solidão

Passou o dia todo a sós com seus pensamentos. Vagou pelo corredor do seu pequeno apartamento querendo acostumar novamente com a ideia de que de a solidão poderia ser sua melhor amiga.

Por um tempo foi. Não mais.

Estar só era algo que aprendeu a apreciar bastante até descobrir – também sozinha – que seus dias em paz com a solidão estavam perto de acabar.

Sua vida de solteira já não está fazendo tanto sentido. Nada é eterno, nem mesmo a companhia que começava a desejar, sabia disso. Apenas passou a desejar alguém que pudesse acordá-la com um abraço e fizesse seu dia mais feliz.

Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, o grito de “gol” estremecendo a casa quando o time dele estiver ganhando… a cumplicidade em dividir os segredos.

Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento trazendo um sorriso torto e um abraço apertado.

Quer provar pra si mesmo o que Jobim já costumava cantar em suas canções: fundamental é mesmo o amor, é impossível ser feliz sozinha!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s