Setembro, seu terror

Odiava os dias de Setembro não apenas por ser seu inferno astral. Setembro era mais que isso. Era seu maior pavor.

O mês nove do calendário era mais temido que a fatura do seu cartão de crédito. Em setembro viveu as coisas mais lindas da sua vida e as mais aterrorizantes também.

Foi em uma manhã de setembro que deu bom dia a quem um dia foi à única pessoa que pode dizer que amou. Também  foi neste mês que essa mesma pessoa lhe roubou um beijou e todo seu juízo.

Em Setembro mudou de emprego, em Setembro mudou de cidade, em Setembro disse um Sim do tamanho do mundo e passou a desfilar com dois anéis dourados no dedo anelar direito.

Foi também neste mês que fez os planos mais lindos que imaginou para sua vida. Nas noites ainda geladas de fim de inverno, deitava na cama planejando o que achava que seria seu futuro. Pensou em vestidos, festas, convidados, decoração. Imaginou uma casa de janelas azuis e seus seis filhos correndo pela varanda.

Setembro trouxe amor, mas trouxe também traição, mágoa, planos frustrados, mentiras expostas e dor, muita dor.

Demorou a fazer as pazes com o mês nove. Por algum tempo os dias de setembro chegavam trazendo lembranças que não conseguia assimilar, entender e se despedir. Hoje, vive uma relação de amor e ódio por Setembro. Viveu nele grandes transformações.

Mentalmente, rasgou Setembro do calendário e sorriu para Outubro, mês lindo, mês quente, colorido e doce. Mês que faz aniversário. Mês que coisas boas sempre acontecem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s