(quase) Voltando Copan

copan

Foram dois anos longe, dois anos tentando de longe manter de alguma forma o blog andando.

Me frustrei, não consegui.

Não consegui porque escrever sobre o Copan é mais do que apenas imaginar histórias, é viver diariamente lá. É andar pelos corredores amarelos do bloco B com medo de encontrar um fantasma, é ouvir os vizinhos cantando no chuveiro, é ter os porteiros como amigo e correr para eles em dias de insônia.

É visitar Seu Alfonso para reclamar da conta de água, é tomar um café no Floresta, um sushi no Temaki Café, uma caipirinha de maracujá no Dona Onça. É amar e odiar as ondas de concreto, é reclamar da falta de mais espaço livre para os moradores.

Mas mesmo frustrada e longe não desisti. Meu amor pelo edíficio continua pulsando aqui, o sangue copânico ainda corre nas minhas veias. Dois anos longe foram preciso.

Agora estou voltando. Definitivamente.

E o que trago comigo?

A saudade guardada, a cabeça cheia de ideias e a promessa de ver o blog funcionando novamente.

Anúncios

Um comentário sobre “(quase) Voltando Copan

  1. Não vejo a hora de ver novos textos nesse maravilhoso Blog sobre o prédio que amo visitar e infelizmente ainda não moro, mesmo estando a 3 quadras, não vejo a hora da economia estabilizar para poder tornar minhas ocasionais visitas em moradia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s