Comida Di Buteco chega ao centro de SP

Dos 59 butecos participantes da 18ª edição do concurso Comida di Buteco, 11 ficam no centro de São Paulo. Com tantas ótimas opções fica difícil escolher qual visitar primeiro.

O evento, que nasceu com a missão de  transformar vidas através da cozinha de raiz como extensão de casa, completa este ano 18 edições e se consolida como uma das mais importantes plataformas de fomento, valorização e exposição do ‘buteco’ e da cozinha brasileira, importante ícone de qualquer cultura nacional.

Nesta edição, que vai até 14 de maio, o tema escolhido para os quitutes é “cereal” e mais de 500 bares de SP estão concorrendo ao título de melhor comida di “buteco” do ano. E que tal aproveitar o fim de semana prolongado para explorar o centro de SP e experimentar os quitutes dos bares da região?

O Ecopan facilita sua vida nesse guia cheio de sabor e te ajuda a mapear onde estão cada um dos bares no centro que participam do evento. Confira nossas dicas:

Na Bela Vista temos 4 butecos nesta edição. O La Gorgona concorre com Arepincho com Patacón e Guacamole” (R$ 25,50), suculentos espetos de carne de boi grelhados e linguiça ao forno com arepa paisa, batata cozida, pimentão defumado e cebola caramelizada, acompanhado de patacón e guacamole. O Bar Amigo Giannotti traz o seu “Casadinho de Touxinhas”(R$ 25,90) com duas troxinhas feitas com massa de panqueca com cereais. A primeira com ricota e calabresa artesanal, a segunda com ricota e espinafre refogado ambas surpreendentes. O Clã Destino servirá no período do concurso aos seus clientes o “Clã de Panela” (R$ 24,90), um mix de cereais (arroz cateto e cevadinha)com costela e lombo defumados, bacon e torresmo clã destino´s temperado com delicioso tempero da casa. O Rancho Nordestino vem com isca de peixe com farofa de milho e geleia de limão chamado de “Peixisco de Fubá” (R$ 24,00).

Os representantes do bairro de Santa Cecília são o Esquina Grill do Fuad com um tradicional lanche do Oriente Médio o“Kebab do Fuad” (R$ 24,90), um tradicional lanche do Oriente Médio recheado com picanha, tomate, cebola, molho e especiarias acompanhado de fritas e a Casa do Norte Luizão com um apetitoso rocambole de panqueca recheada com carne seca e queijo coalho, servida com molho ao sugo chamado de “Rocambole do Luizão” (R$ 12,00).

Este slideshow necessita de JavaScript.

O “Porc Croc – Porquinho Crocante” (R$ 25,90), do Lins Sushi Boteco Oriental no Campos Elisios, é feito de linguiça toscana envolta num anel de cebola e empanada com farinha panco e Doritos, recheada com queijo e manjericão e servida com molho à base de cerveja e dois tipos de queijos. De dar água na boca! 

“Bombadialadin” (R$ 25,90) é a surpresa da Picanharia do Barão um falafel à base de grão de bico ao molho tarator, com um suculento babaganush de legumes com calda de romã, creme de alho, saladinha Thaer e pão bolaobek para acompanhar.

O conhecido Prainha Paulista concorre nesta edição com o Espeto à Caipira” (R$ 25,90) com 3 espetos de filé de peito de frango marinado no limão siciliano, servido à milanesa e recheado com provolone, acompanhados de creme de milho picante.

O sensacional sanduíche “RosbFit” (R$ 22,00)com rosbife com mussarela, tomate e rúcula num pão multigrãos com molho de mostarda é o destaque do Bar do Mané no Mercado Municipal.

A “Trouxinha de Frango” (R$ 25.90) feita com coxa e sobre coxa de frango desossada, recheada com bacon e queijo mussarela, empanada com farinha panco e gergelim acompanhada maionese da casa é a representante do Parada do Gouveia no Belenzinho.

Para te ajudar a achar, montamos um mapinha com a localização de cada um deles:

Ah, entre um bar e outro, não esquece de dar aquela passadinha pelo Copan. E use a hashtag #ecopan pra gente ver seu registro.

Procura-se: Copansom

Encontrei do Vimeo um vídeo com o título: 2004 Copansom. Na descrição está escrito: Sound compilation and portraits of musicians residents of the Copan building in Sao Paulo Brasil.

Pelas imagens captadas parece algo mais antigo do que 2004 e é apenas um trecho do que parece ser um compilado incrível. A “dona do vídeo” é Adriana García Galán’s. Isso é tudo o que sei.

Procura-se pelo projeto completo. Quem tem notícias?

O Copan é pop … mas nem tanto!

Divertido, talvez. Íncrivel, nem tanto. Apaixonante, sim!

Morar no Copan não tem status, não tem flores. Tem seus problemas, suas discussões, mas gente, tem amor, muuuuuuuuuuuito amor!

Quem assistiu A Liga na Band ontem pode conferir um pouco dos prazeres e desprazeres de morar em um edificio marca registrada. Para quem não viu, aí tá o programa na íntegra.

Aproveito esse post para dizer que o Ecopan finalmente vai virar Ecopan. E que em breve você verá aqui outras mil histórias de gente como a gente, que escolheu o Copan para chamar de seu! Aguardem!